Os medicamentos prescritos são uma boa opção para desfrutar do sexo quando você está na casa dos 60 anos?
Adicionar um Comentário

Os medicamentos prescritos são uma boa opção para desfrutar do sexo quando você está na casa dos 60 anos?

Embora a mente de uma pessoa ainda queira ter uma vida sexual forte e ativa, o corpo pode nem sempre ser capaz de obedecer.

Existem alguns medicamentos prescritos por aí que provaram oferecer ajuda a pessoas com mais de 60 anos com esses problemas. Por exemplo, aqueles com diabetes ou artrite podem descobrir que estão com muita dor ou não têm energia suficiente para o sexo.

Porém, com medicamentos para controlar o diabetes e uma boa alimentação, seus níveis de energia aumentam. Também existem medicamentos para a artrite que podem prevenir o inchaço das articulações. Isso significa que uma pessoa pode praticar atividades incluindo sexo e não sentir dores constantes. Pode ser algo que as gerações mais jovens considerem natural, mas quando você está fisicamente com dor, pode ser quase impossível desfrutar dos prazeres do sexo.

Tipos mais comuns de medicamentos prescritos

Um dos tipos mais comuns de medicamentos prescritos que os homens usam para ajudá-los a desfrutar do sexo é o Viagra.

Este é um tipo de pílula que um homem toma quando está mentalmente excitado para fazer sexo, mas o pênis não está tendo ou mantendo uma ereção. Muitos homens descobriram que o Viagra e produtos semelhantes lhes permitiram ter uma vida sexual muito agradável novamente. Sua idade não foi capaz de impedi-los de tornar este elemento importante parte de seu estilo de vida normal.

A pílula conhecida como Cialis também se tornou muito popular. Isso ocorre porque um homem pode tomá-lo e, então, ser capaz de manter as ereções quando estiver pronto nas próximas 36 horas.

Isso significa que você não precisa planejar o ato de fazer amor, como faz com Viagra e tipos semelhantes de medicamentos prescritos. Isso permite que o processo seja mais natural e muitos homens gostam de ter esse controle sobre suas atividades sexuais.

Existem tipos semelhantes de medicamentos prescritos para mulheres também. Um grande problema para elas após a menopausa é a diminuição do hormônio estrogênio. Como resultado, eles podem descobrir que têm muito pouco interesse por sexo. Mesmo que eles se envolvam no ato, eles simplesmente não estão obtendo o nível de prazer com isso como antes. Pílulas de estrogênio podem ser prescritas para ajudar a mulher a recuperar a libido.

Os medicamentos prescritos podem ser uma boa opção para você se você for mais velho e quiser melhorar sua vida sexual. Você precisará conversar com seu médico sobre isso para que uma avaliação completa possa ser realizada. Para ser honesto com suas respostas, é importante identificar as verdadeiras razões pelas quais você luta para ter uma ereção ou por que não está gostando da atividade sexual.

Certamente há muitos medicamentos prescritos oferecidos hoje para ajudar as pessoas com mais de 60 anos a serem capazes de continuar com uma vida sexual saudável e satisfatória. Lembre-se de que alguns deles são bastante caros. Existem também alguns efeitos colaterais associados a cada um deles. Você pode ter que experimentar uma variedade de tipos diferentes de medicamentos prescritos antes de encontrar aquele que o ajude a chegar ao nível de atividade sexual que deseja em sua vida.

No entanto, os medicamentos prescritos não são a resposta para todos. Pode haver muitos problemas de saúde para você considerar usá-los. Você também pode descobrir que os vários efeitos colaterais também tornam difícil para você desfrutar do sexo. Nunca use medicamentos prescritos para outra pessoa porque você tem vergonha de falar com seu médico sobre isso.

Você deve isso a si mesmo, no entanto, para ver se há um medicamento que pode melhorar significativamente sua vida sexual aos 60 anos e além. Existem muitas pessoas nessa faixa etária e, além disso, acham o sexo mais agradável agora do que em qualquer outro momento de suas vidas. Ser capaz de continuar participando da atividade ajuda a mantê-los saudáveis ​​e felizes.